O canal MOVA no YouTube - Rapeize Dinâmica

Rapeize Dinâmica

Um blog para quem ama literatura, artes gráficas e entretenimento digital. Em associação com a página English Tips no Facebook e Instagram.

Bombando

04 fevereiro, 2019

O canal MOVA no YouTube

Como uma prática que nasceu 2600 anos atrás na Ásia influencia positivamente os dias de hoje via este canal no YouTube, o MOVA, estrelado pela Monja Coen, que você vai conhecer (ou reconhecer) nas próximas linhas.

A História da Monja

A sabedoria de quem morou 12 anos no Japão, sete nos EUA e nasceu em São Paulo — a monja Coen foi hippie, já tomou LSD mas descobriu no budismo um caminho diferente e sem excessos, o de Buda. Sua agenda hoje é lotada de palestras ao longo de todo o Brasil em que ela alegadamente espalha conhecimentos bastante antigos porém transmorfados para a linguagem de hoje, com muita praticidade. Algo que ela já estuda há cerca de trinta anos.

Apesar de o budismo ser uma religião, a monja não se restringe ao foco religioso; muito pelo contrário, suas palestras contêm ensinos práticos para o dia-a-dia do homem e da mulher modernos, cheios de desafios, em que muitas pessoas ainda não chegaram ao "despertar" (a palavra "Buda", segundo a monja, significa isso; aquele que está desperto, não aquele que está "dormindo" ou que não "acordou para a vida"). O ramo do budismo seguido e mais ensinado pela monja é o do zen budismo. Zen significando "meditação", a pedagogia de Coen é sempre voltada para esse ato que visa, a priori, que o indivíduo conheça profundamente a si mesmo. Portanto, independentemente da religião ou credos de minha leitora ou leitor, saiba que o canal MOVA no YouTube é fonte de inspiração e novas ideias diárias para milhares de pessoas todos os dias. Veja abaixo alguns de seus ensinamentos.

Ensinamentos


#1 - O jogo
Resumir aqui todos os ensinamentos que aprendi e continuo a aprender diariamente com a monja Coen seria tarefa de um blog só para isso, mas aqui vão alguns deles, que julgo serem importantes para quem talvez ainda não tenha tido contato algum com os vídeos/ensinamentos desse canal, nesse primeiro post sobre ele. 

Hoje em dia vivemos a febre dos jogos; desde o lançamento do vídeo-game Atari pra cá, a gente sabe que esse é um mercado em constante melhoramento e expansão, culminando, chegando ao ponto em que todos nós temos um smart com jogos ou, pelo menos, com a capacidade de se adquirir jogos na loja virtual respectiva.

E os jogos têm um aspecto que é muito explorado pela monja: eles são viciantes. A gente, quando está jogando, não costuma se dar por vencido; a gente joga, joga e joga, até acabarmos com todos os "continues", todas as vidas, até virarmos o jogo. Da mesma forma, a gente poderia assumir esse "vício" só que o aplicando à nossa vida; não deu certo? Não vamos desistir — "bola pra frente"..! Por que não tentar de outro jeito? O que essa "vida" perdida nos ensinou? Medite sobre.


Arte autoral da Monja no dia em que vestiu uma peruca loira. Clique para abrir a imagem.

#2 - A meditação

Meditação é a espinha dorsal do ensino de Coen, mas não de uma forma disparatada e sem nexo com a realidade objetiva; muito pelo contrário: os ensinamentos dela sobre isso são normalmente amparados por embasamento científico e/ou prático. Ensina que meditando temos consciência daquele momento único que está acontecendo; de quem somos, de nosso organismo, respirando lentamente, diminuindo o ritmo agitadão que "nóis vive" e, assim, reparando no que, antes, a gente não reparava, descobrindo soluções, dando espaço para o oxigênio circular melhor em nosso sangue e cérebro (pois quando estamos hiper agitados, estressados, isso não ocorre de maneira regular). Assim, melhorando de vida; sempre questionando os pensamentos que te vêm. Caso seja um viciado, pode meditar olhando para dentro de si, de sua vontade pelo vício e se perguntar: "eu realmente preciso disso?"; seja um relacionamento estático, perguntar-se "isso está me fazendo bem? Sim, não? Em parte, apenas? Em que parte? Por que tal parte?" Entendem? Seria uma forma de conhecimento através da concentração proposital, consciente.

#3 - A busca pela sabedoria

A monja explica que o budismo começou na Índia, com um indivíduo comum chamado Shakyamuni Buda, há cerca de mil e seiscentos anos atrás. Essa questão eu não vou entrar à fundo, mas, eu digo "comum" porque aparentemente ela entende Buda como uma pessoa normal, assim como eu ou você que está lendo mas que, devido à sua sabedoria adquirida, alcançou uma iluminação possível, que todos nós até hoje podemos alcançar, se a buscarmos.

E nesse aspecto a monja Coen está há décadas se informando, lendo e adquirindo conhecimentos; ela cita o Livro da Sabedoria Perfeita, em um dos vídeos (mas não encontrei sobre, na internet; talvez seja porque o nome é uma tradução da monja a partir do japonês). Mas, em resumo, para a monja, a sabedoria é o que nos liberta de nossas travas mentais; somos, assim, capazes de entrar em contato com uma sabedoria maior e perfeita, acima da qual não há outra. Saiba mais em um artigo dela, > neste link <.


"[Esses que vêm me procurar porque 'receberam um sinal'] a gente toma muito cuidado, porque o 'sinal' é uma fantasia da mente. (...) Porque a meditação é muito isso — a meditação é muito pé no chão, é a realidade, é o que é no aqui e no agora" (Citação a partir da fala da Monja em entrevista para o THE NOITE em dez. de 2014)


Como podem ver, até mesmo a partir da citação acima, a monja parece muito "pé no chão" ou, mesmo, física (em contrapartida à metafísica) no que se refere à prática budista; ainda assim, ela é categórica ao afirmar que o zen budismo se trata de uma religião. E, pelo artigo supracitado vemos que, talvez, para ela, a sabedoria acima de todas seja uma espécie de deus; como ela disse, em um vídeo, talvez seja menos importante o nome, a denominação feita para um deus que a experiência e conhecimento do mesmo.


"Eu fui casada com um japonês... E foi bem quente. É... (...) As pessoas pensam que os japoneses não são quentinhos, porque não se tocam. Mas... eu descobri, que eles são tão quentes, que por isso, não se tocam."
(Citação a partir da fala da Monja em entrevista para o THE NOITE em dez. de 2014)


Conheci esse canal, o MOVA, a partir de uma amiga da faculdade, que sempre compartilha vídeos que ela ache úteis ou interessantes; dali pra cá, comecei vendo um, dois, três... Hoje eu acompanho os vídeos da monja diariamente, apesar de eu mesmo não ser budista. Claro que eu vou deixar, no final, um vídeo três vídeos para vocês iniciarem essa caminhada de sabedoria (que eu sei que vocês tanto querem hahaha..! ... Brincadeira; quem se interessar, vai fundo 👍) junto a esse canal. 

Se quiserem mais postagens a respeito, deixem aí nos comentários; dependendo do número de visualizações posso trazer mais conteúdo desse tipo. Por que não indicar essa postagem pros seus amigos? Eles podem acabar se tornando pessoas melhores, também.

Três vídeos para você iniciar no MOVA:
1) Se você quer uma reflexão sériahttps://www.youtube.com/watch?v=88b0zKlTDr0
2) Se você quer uma reflexão séria porém engraçada: https://www.youtube.com/watch?v=sL430xHj-PE !!
3) Se você gostou tanto desse conhecimento que vai sair chutando bundas e assistindo todos os vídeos que ela lançar: > Um vídeo explicando a divisão de assuntos de 2019 <

E sobre os japoneses... Muito cuidado.

28 comentários:

  1. Oiee!!

    Eu conheci um pouco sobre a Monja Coen há alguns anos, quando eu tive uma palestra na faculdade sobre diversidade religiosa. Confesso que nunca havia me interessado por budismo, mas quando uma monja também falou sobre naquela palestra, eu fiquei curiosa em saber mais, e conheci a Monja Coen nessas buscas.
    Não sei, ouvi-la traz uma sensação de calma pra mim...
    Eu não conhecia esse canal, mas já vou procurar porque realmente parece ser bem interessante.

    Bjus
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, é só olhar os comentários nos vídeos dela que você vai ver que muita gente sente isso mesmo, que ela transmite uma calma; eu diria até mais, ela transmite também uma certeza muito grande no que fala, e precisão..!
      Que bom que gostou! Beijos!

      Excluir
  2. Que interessante! Não conhecia e nunca tinha ouvido falar, mas gostei. Vou procurar mais sobre.

    https://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  3. Eu não a conhecia, mas achei super interessante essa proposta dela. Os trechos que você apresentou são incríveis!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela ajuda muita gente a sair do "buraco" e se reerguer e despertar. Que bom que gostou ^^, Beijos!

      Excluir
  4. Eu adorei saber um pouco sobre o Budismo e o Monja.
    Adorei a parte que fala sobre sabedoria e meditação, coisas que preciso por em prática na minha vida, porque sou bem estressadinha na vida e isso atrapalha muito o raciocínio e a saúde espiritual.
    Vou procurar saber mais sobre o canal e os vídeos que você deixou para conhecermos mais sobre o budismo.
    Assim que eu sair do estágio, vou assistir.
    Beijos.
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poisé, com uma rotina de estágio e o curso de direito eu seria bem estressado também... _SUPER_ te entendo, amiga. Mas espero que os vídeos que assistir te ajudem como sempre me ajudam também a lidar com algumas coisas. Beijoss \o

      Excluir
  5. Eu adorooo a monja Coen, ela é uma pessoa iluminada ♥
    E inclusive acompanho o canal MOVA.
    Sempre com vídeos inspiradores e que faz nascer em nós uma vontade de sermos pessoas melhores.
    Muito bacana o post!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Val ♥
      Eu gostei muito dessa jornada de 3 meses dividida em temas! Feliz que gostou; quem sabe posto novamente sobre ^^ Obrigado!!

      Excluir
  6. Não conhecia e já estou aqui ouvindo esse vídeo + engraçado dela, gostei dela, mt sábia.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que legal que passou a conhecer e está gostando, Anete! Esse conhecimento pode ser útil em vários momentos da vida. Beijos/Kisses

      Excluir
  7. Oi Lincoln,
    Não conhecia, parece interessante, ainda mais nessa sociedade em que vivemos sempre ligados no 220, precisamos de momentos de paz e reflexão.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poisé, Ale! Sociedade gananciosa e que não para... tantas tragédias já nesse início do ano e que poderiam ter sido evitadas se houvesse maior atenção
      Beijos!

      Excluir
  8. Olha Lincoln!
    To ligada que ela foi na Bienal (e olha só ,achei ela aqui tb! que legal) mas não conhecia toda essa parte de diversidade religiosa e também nacionalidade dela (que legal!)
    interssante que ela abordou um lado de paz e meditação que às vezes é o que precisamos, não é?
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Bienal é a cara dela msm... tem cara de que lê até pelos cotovelos rs Feliz que o post foi interessante e informativo, Pam. Beijocas! Precisamos, sim!

      Excluir
  9. Meu Deus, amei a indicação! Como tu bem lembrou lá nos comentários do meu blog, eu tenho muito interesse no budismo e acho que esse canal vai abrir muito a minha mente sobre o assunto, já me inscrevi.

    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que legal que tu gostou, Gabs! Vai abrir sim..! O de hoje, domingo, foi muito legal, também, ainda mais depois de um sonho loco que tive hoje huehruhuhe Beijão!!

      Excluir
  10. Oi, td bem?
    Esse canal é a coisa mais maravilhosa do mundo <3
    Estou cada vez mais procurando ensinamentos mais voltados pra esse lado e adoro <3
    Falando nisso, vc já leu um livro chamado: "As coisas que você só vê quando desacelera"? É ótimo tb <3
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótemo, blz?
      Que legal que você se amarra haha <3 Ñ parece não, mas eu sintetizei muito dos ensinamentos que ela dá... Já posso dar palestra disso ae hauheuhsuh Po, vale a pena assistir, por isso trouxe pro blog
      Tinha uma amiga minha que tava lendo! Vou procurar nas redes
      Beijos \o

      Excluir
  11. This is wonderful. I enjoy practicing meditation and learning more about it.

    www.fashionradi.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nice that you like't, Radi! You really look like someone who is very centered and relax haha

      Excluir
  12. Obrigada por me falar sobre o endereço do blog, agora corrigi o erro. hehe
    Aguardo por novas postagens meu amigo!
    Beijos.
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah que bom, Lady! Tô terminando umas paradas q tô atarefado mas já já (semana q vem?) tem mais
      Beijos !

      Excluir
  13. Não conhecia a monja Coen, mas já achei muito legal essa volta que a vida dela deu. Me fez acreditar que o mundo dá voltas meeesmo, haha! Fui ver esse vídeo que você recomendou para ter uma reflexão séria e to aqui amando demais! O melhor é que os vídeos são curtinhos. De religião eu sou cristã, mas posso levar facilmente o budismo como filosofia de vida, principalmente por me fazer ter essas reflexões. Gostei muito de conhecer!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Po, que bacana. A vida dela deu essa volta e ela não fica "se gabando" desse passado, ou nada do tipo; quase ninguém sabe disso, na real (eu acho). Dá voltas, sim!! rs
      Que legal que gostou do vídeo - O da reflexão engraçada também é bem legal e curtinho
      Também sou! Feliz que gostou ^^
      Beijoss \o

      Excluir

Escreva seu comentário