3 Filmes que tratam do tema Autismo - Parte 1 - Rapeize Dinâmica

Rapeize Dinâmica

Um blog para quem ama literatura, artes gráficas e entretenimento digital.

Bombando

O Amor pode ser hackeado

20 agosto, 2018

3 Filmes que tratam do tema Autismo - Parte 1

Olá pessoal! Espero que esteja tudo bem e, caso não esteja, que tudo realmente melhore 💫


Recentemente visitei o maravilhoso post 21 filmes sobre o autismo do site-brother 💕 Pedagogia Criativa 💫 e separei os 6 que mais me interessaram. Um desses 21 eu já tinha visto, e é o 3º dessa lista, você já vai saber por quê. Comecei a estudar o autismo agora (fui elegido em uma bolsa da facul) e esse tema vem me surpreendendo muito; se você quer saber mais sobre esse "transtorno", depois dá uma passada também nesse link

Bom, em 1º lugar, todos os filmes são drama; logo, não assista se estiver na bad. Preferi, então, colocar na ordem do que eu acho mais triste primeiro e depois os mais alegres. Mas galera, chorar faz bem, então bora ver.


(Selecionei 3 filmes assistidos; depois posto uma parte 2, com o restante dos filmes que separei)   
   

1)  Tão Forte e Tão Perto (2011) 


Gênero: Drama
Duração: 2h09m 
Disponível: na Netflix
Tão Forte e Tão Perto
Pôster de divulgação do filme

A pegada um pouco mais "psicológica" desse filme não é velada, mas exposta desde o comecinho. Um momento de tristeza para o protagonista – o garoto Oskar Schell (Thomas Horn) – ocorre logo no início do filme e este aspecto é explorado em toda a primeira hora do filme. Uma atmosfera de mistério e descoberta acompanha esse primeiro momento, pois Oskar sai para explorar o mundo da forma em que um autista de grau elevado como o dele o vê: cheio de coisas barulhentas, perturbadoras e estranhas. Apesar de o filme não explicitar, muito provavelmente ele é portador do autismo.



Da metade do filme em diante, um novo coadjuvante é inserido, e o que atrai bastante nesse segundo momento é o objetivo de Oskar em ir até o final em uma busca curiosa. Um traço do autismo bastante explorado no filme é o fato de, geralmente, os portadores não terem "filtro" na fala. Eles falam o que pensam, tal como Oskar.


2) O Farol das Orcas (2016)

Gênero: Biográfico/Drama


Duração: 1h50m
Diponível: na Netflix
Cena de O Farol das Orcas (2016), Netflix

Lançado no final de 2016, é uma película argentina. Conta a estória do menino Tristán (Joaquín Rapalini), que sofre do transtorno do espectro autista (TEA). Sua mãe, Lola (Maribel Verdú), ao perceber que ele se sente maravilhado pelas orcas, procura um guardafauna ou cuidador de orcas para pedir-lhe que seu filho possa se aproximar dos animais e interagir com eles. 




A trilha sonora do filme acompanha bem o clima e o ritmo do filme – nem muito acelerado, nem muito parado. É um filme bem gostoso de se assistir, pois passo a passo a trama vai desvendando características do autismo.



A posição do filme, defendida por Lola, é a de que o autismo não seja uma doença, mas um distúrbio cerebral, e é importante que isso seja destacado pois é o ponto de vista correto sobre o transtorno. A gente ainda percebe, nesse filme, a hipersensibilidade auditiva do menino, o quanto ele é isolado/recatado e como ele sofre, sozinho, ao tentar organizar melhor seus pensamentos criando padrões com objetos ou fazendo tiques. Igualmente, o curador do farol das orcas, Tristán (Joaquín Rapalini), aparenta ter o transtorno, porém de modo um pouco mais controlado ou em um grau bem mais tênue. Entre os três filmes, esse também é o mais romântico, no sentido de um par amoroso se formar durante o filme.


3) Temple Grandin (2010)

Cena de Temple Grandin (2010), HBO Films



Gênero: Biográfico/Drama

Duração: 1h49m
Disponível: Neste link, do Facebook

O legal desse filme, tanto no início como ao longo dele todo, são os leves efeitos especiais; a fotografia (iluminação cenográfica, focos de câmera e etc.) do filme é muito boa e, há algum tempo atrás, esse filme passava direto na HBO. A personalidade da personagem Temple Grandin (interpretada por Claire Danes) nos cativa do início ao fim.



Ao se mudar temporariamente para a fazenda de sua tia Ann, Temple – com sua superinteligência e poucas habilidades sociais – se vê envolta por um ambiente totalmente novo. 


Ela está na fazenda só de visita, pois teve que fazer ali uma pesquisa sob a tutela de seu professor de faculdade, Dr. Carlock; ela cursa psicologia mas, posteriormente, corre atrás de uma graduação de ciência animal.


O filme demonstra como ela, com frequentes crises de estresse, consegue superar isso através de sua facilidade em pensar as coisas de forma imagética.



Espero que tenham gostado desse apanhado que fiz no pouco tempo que tenho para ver filmes. A chance de se conhecer uma pessoa com TEA é bem grande e assistir filmes como esses nos dá pistas e informações importantes para continuarmos buscando mais conhecimento a respeito. Grande abraço.

51 comentários:

  1. Confesso que o assunto me interessa, porém não vi nenhum desses filmes. Já até ouvi falar deles, mas não assisti. Gostei muito da postagem e já anotei para assistir assim que der :)

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Thais! Fico feliz que gostou. Esse terceiro é o mais leve e o que eu mais recomendo. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu tava assistindo uma série alguns meses atras (ao qual esqueci o nome) que retratava sobre o assunto e achei bem interessante. Gostei do seu post! Parabens.

    Até,

    Vitoriamartini.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duas séries clássicas que têm um personagem que muito provavelmente é portador do TEA são: The Big Bang Theory e Young Sheldon. Em ambas, Sheldon é o típico "supersincero", muito muito engraçado. Você deve conhecer...

      Fico feliz que gostou! Até, um beijo

      Excluir
  4. Assisti os dois primeiros e realmente são ótimos filmes!

    - Conheça meu blog:
    Blog Meu Baú de Estrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um filme que segue a mesma vibe desse primeiro (Tão Forte e Tão Perto) e que seria ótimo de se assistir em seguida é Lembranças (2010), com Robert Pattinson. Olha... que filmão. Se bobear você até conhece. Obrigado!

      Excluir
  5. Assuntos como esse merecem nossa atenção cada vez mais para não sermos seres humanos ignorantes quando nos deparamos com pessoas que tenham o autismo.
    Sem dúvida eu vou pesquisar e assistir.

    Um beijo
    Jéssica Andrews Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Jéssica. Esse é o tipo de estudo que, quanto mais se explora, mais se percebe sua complexidade e a respectiva importância dos profissionais gabaritados para fornecerem o diagnóstico. Beijo!

      Excluir
  6. Só conheço o primeiro e gosto muito. E já coloquei os outros na minha lista. Adorei essas indicações!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, se você gostou bastante do primeiro, é quase certo que vá gostar dos outros dois. Obrigado!

      Excluir
  7. Ainda não vi nenhum, vou anotar aqui pra assistir :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Não assisti nenhum dos filmes, gostei muito da história do segundo filme da lista!
    Vou procurar para assistir.
    Ótimas dicas.
    bj www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma história legal, mesmo, bem leve e com um toque de romance. Beijão!
      Tem na Netflix

      Excluir
  9. Que magníficas indicações! O primeiro já assisti. Os outros dois vou buscar já!
    Meu afilhado possui o TEA, eu ainda não aprendi a lidar, sou meio sem jeito. O dele tem um grau leve. Mas acho que esses filmes nos ensinam muito.

    :*
    In.Material
    @in_material

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bárbara ^^ Os outros dois são muito bons; eu, em particular, prefiro o terceiro, mas pode assisti-los, sim!
      Minha professora em breve vai postar alguns vídeos esclarecedores sobre o assunto neste link AQUI
      Que bom que é de grau leve, pois é mais tranquilo de se lidar, e mais fácil de ele aprender a lidar com isso também. ;*

      Excluir
  10. Que bacana essa seleção, eu não conhecia esses filmes ainda. Ótimas recomendações.
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cristiana! Esse terceiro filme é imperdível ^^

      Excluir
  11. Confesso que ainda não assisti nenhum destes filmes,mais pretendo fazer isto em breve pois o tema é bastante interessante e importante.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Rafa. É um tema bem pertinente. Beijão

      Excluir
  12. Tão importante abordar esse tema, né? Amei os filmes que você selecionou!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Kaila \o Com certeza. Feliz que gostou 😄

      Excluir
  13. Não conhecia nenhum dos filmes. Super importante abordarem esse tema.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode crer, é um tema muito legal.

      Kisses!

      Excluir
  14. Não conhecia sobre os filmes, mas anotei as dicas para conferir.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poisé; esse terceiro é beeem interessante. Se puder só ver um, veja ele! Beijo

      Excluir
  15. Que filmes interessantes!!
    Fiquei com vontade de assistir, ainda mais porque todos são de drama, e drama é meu gênero de filem preferido!
    Pena não ter Netflix, mas vou procurar online.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Meu Deus esqueci tudo errado no comentário de cima HAHAHHAHAHA
    *filme
    *pena eu não ter Netflix

    ops :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha o filem ok, mas o pena EU não ter, foi elíptico, tava certo kkk
      zueiras à parte, que bom que gostou! Drama tbm é meu filme preferido. Te sugiro, portanto, que assistas "O Leitor", é um drama inesquecível que vi. Beijo! \o

      Excluir
  17. Ainda não assisti nenhum deles...

    Se quiser participar, estou sorteando um kit de acessórios lá no blog: http://www.cobaiaamiga.com/2018/08/sorteio-acessorios.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sorteio: tô dentro kk Estou escrevendo um livro, continue ligada no meu blog q em breve terá capítulos liberados. Valeu!
      Se só puder assistir um, assista o terceiro. Um beijo

      Excluir
  18. Que seleção bacana, Confesso que não conhecia esses filmes.
    Ótimas recomendações.
    Beijos

    www.glamour2.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou, Mary. A partir dos 21 filmes, escolhi seis que parecem muito bons, e em breve tem resenha do restante. Beijos!

      Excluir
  19. Adorei as indicações.
    Ainda não assisti nenhum desses e acho bacana terem esse tema.

    https://www.pamlepletier.com/

    ResponderExcluir
  20. Hey Lincoln! Tudo bom?
    Adorei esses filmes que vc separou, e confesso que não conhecia nenhum desses mesmo achando o tema importante.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Thamiris! Melhor agora.
      Fico feliz que gostou ^^
      Pode ter certeza \o

      Excluir
  21. Parece ser ótimos filmes, mas fiquei bastante curiosa pra assisti o primeiro que você comentou!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse primeiro é bem legal... acompanhado de uma pipoca, Coca-cola... vai que dá bom 👌

      Excluir
  22. Adorei as indicações e já estão todas anotadas!! O tema é sempre muito interessante de se conhecer e se enteirar... Obrigada pela visita e te espero lá mais vezes.

    Beijos e uma excelente semana!
    Blog DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e pela exceção aberta no seus site hahaha
      Sim! O tema autismo é muito legal e posteriormente vai estar sempre aparecendo por aqui. Beijos!

      Excluir
  23. Eu amei a postagem, até porque meu irmão é autista e em casa amamos ver filmes que tratam do assunto.
    Vou ver todos esses. *--*
    Beijos. ♥
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  24. Nossa, que maneiro *-* Ele deve ser hiperinteligente, né?
    Show, veja tudo, sim, depois nos conta! Beijo!!

    ResponderExcluir
  25. Olá, Lincoln
    Eu nunca pesquisei muito sobre o autismo, na verdade tive um encontro mais recente na série The GoodDoctor, por isso não posso opinar muito. Mas eu acho fascinante conhecer mais sobre esses transtornos mentais. Eu não conhecia nenhum desses filmes mas já vou anotar as dicas. Tenho certeza que já devo ter visto algum outro filme com o tema, só não lembro agora.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô é l-o-k-o pra assistir esse GoodDoctor <3 500 mil pessoas falando bem dele ao mesmo tempo.
      O que abriu bem meus olhos pra esse transtorno foram conversas e apresentações acadêmicas sobre o tema. Hoje percebo o quanto nossa sociedade precisa avançar para possibilitar uma melhor inclusão deles na society.
      Um beijo!

      Excluir
  26. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️ ..

    Meu Blog tudosobreobadoo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que esteja gostando, Camila!

      Obrigado ❤️

      Excluir
  27. Tão forte e tão perto é muito lindo. A sensibilidade no filme é retratada de forma tão real, é como se você estivesse em todas as cenas com o personagem. Eu chorei muito!!!
    Ótima dica!

    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha *-*
      Não cheguei a chorar, mas a gente realmente "entra na pele" do personagem principal, não é?!
      Obrigado!

      Excluir

Escreva seu comentário

O Amor pode ser hackeado